Blog

Os ingleses estão muito familiarizados com retornos. Em 2017, o total de devoluções de mercadorias representou mais de 351 mil milhões de dólares em vendas perdidas para os retalhistas dos EUA. Com o aumento do comércio electrónico, a quantidade de devoluções não diminuiu para os comerciantes. Apenas criar um processo eficaz para tratar as devoluções e a logística que as acompanha pode ser esmagadora para os comerciantes. Ao criar o processo de retorno, os comerciantes também devem ter em mente o equilíbrio entre retorno fácil para os clientes e proteção contra fraudes de retorno.

O que é fraude de retorno

Fraude de retorno pode acontecer de muitas maneiras diferentes, mas em geral é quando alguém abusa do processo de retorno para ganhar dinheiro ou mercadoria. A Pesquisa NRF 2018 sobre Crime Organizado no Varejo encontrou os principais tipos de fraude de retorno que os comerciantes experimentam:

>

Fraude de Retorno Tipo

>

% dos comerciantes que experimentaram

Retorno de mercadoria roubada/roubada em lojas

77.3%

Fraude de retorno do empregado e/ou conluio com fontes externas

63.6%

Retornos de mercadorias compradas em leilão fraudulento ou roubado

59,1%

Retornos feitos por grupos de crime organizado de varejo

48.5%

Apartamento ou aluguer (devoluções de mercadorias usadas, não defeituosas)

31,8%

Como Prevenir a Fraude de Devolução

Prevenir a Fraude de Devolução deve ser uma prioridade para os comerciantes. Ao não tomar medidas proativas para prevenir fraudes, os comerciantes estão perdendo receitas obtidas com muito esforço. Aqui estão alguns métodos que podem ser colocados em prática para prevenir fraudes de devolução:

Não permitir devoluções sem recibo

Real customers will try to return items without a receipt. O inquérito NRF estimou que 11,8% de todas as devoluções estão a faltar o recibo. Dessas, espera-se que mais de duas em cada 10 sejam fraudulentas. Ao tornar um recibo uma parte obrigatória do processo de devolução, os comerciantes estarão impedindo essas devoluções fraudulentas.

A NRF apontou que os comerciantes podem tentar reduzir as devoluções fraudulentas fornecendo um cartão presente ou crédito da loja, em vez de um reembolso quando um recibo não está presente. Mas esses cartões-presente podem ser facilmente vendidos. Portanto, o método de emissão de crédito na loja pode atrasar o fraudador na obtenção do dinheiro, mas o resultado final é o mesmo. Eles acabam com o dinheiro da mercadoria roubada e devolvida.

Treinar os funcionários no processo

Criar um processo conjunto e detalhado para devoluções e treinar todos os funcionários nesse processo. Ao ter um processo definido e controlado que não permita que o fraudador se aproveite dele, impedirá que o fraudador tente a fraude na devolução. Este processo de devolução pode incluir a verificação de que o item está em toda a sua embalagem original, exigir identificação ao aceitar devoluções para deter infractores reincidentes, e ter uma orientação definida sobre em que condição o produto deve estar para aceitar devoluções.

Retornar fundos para o mesmo método de pagamento

Certifique-se de reembolsar o valor devolvido para a mesma forma de pagamento em que a compra foi feita. Isto evitará que os fraudadores usem um cartão de crédito roubado para fazer uma compra e depois levem o valor devolvido em um cartão diferente ou em dinheiro.

Beware of Omnichannel Returns

Uma tendência que a NRF encontrou em sua pesquisa foi um aumento na fraude de retornos omnichannel. Os varejistas relataram um aumento de 37,9% no comportamento de compras online, retorno em loja. E cerca de 30% dos comerciantes disseram que a fraude também está aumentando nesta área.

Remember Not to Make Return Policies Too Strict

Embora seja importante para os comerciantes se protegerem da fraude de retorno, também é importante não tornar a política de retorno muito rígida. Se um cliente sentir que a política de devolução é injusta, pode recorrer ao processo de disputa para tentar recuperar o seu dinheiro. A fraude de estorno é o pedido fraudulento de devolução ou reembolso sob a forma de disputa. O titular do cartão irá disputar a transação para tentar recuperar o valor da transação em dólares enquanto não tiver mais planos de devolver o item. Eles estão apenas determinados a recuperar seu dinheiro.

Se o cliente se voltar para disputar a cobrança, não só a receita será automaticamente retirada dos comerciantes, mas eles também receberão uma taxa de estorno durante o processo. A taxa de estorno precisa ser paga mesmo que o comerciante ganhe a disputa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.